logo_desktop
CONHEÇA O GRUPO O Grupo
  • Acessibilidade
  • A
  • A
  • A
  • Portal Educacional
Portal Educacional

O que está procurando?

Buscar

Conheça o grupo

Faça o Login

Usuário
Senha

Sobre o curso

Coordenador(a) Leandro Valkinir Kester


  • Modalidade Presencial
  • Tipo de curso Bacharel
  • Duração 10 semestres

Carreira

O QUE FAZ UM ENGENHEIRO MECATRÔNICO?

O profissional formado em Engenharia Mecatrônica pode criar e aplicar projetos de automação em indústrias. Ele é capaz de operar, construir e dar manutenção nos mais diversos tipos de máquinas, além de projetar sistemas para controle de equipamentos em prédios comerciais e residenciais.

É uma profissão que exige grande capacidade de observação, atualização constante, habilidade com cálculos e capacidade de trabalhar em equipe. Ser criativo, curioso, interessado e organizado também são características importantes para quem deseja seguir a carreira de Engenharia Mecatrônica.

Atividades Acadêmicas

TCC

Os Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC tem o objetivo de integrar e consolidar as habilidades teóricas e experimentais adquiridas nos cursos de Engenharia. Como resultado parcial desta atividade acadêmica, espera-se que o aluno selecione estratégias e otimize soluções para os problemas pertinentes à sua área de formação, considerando seus aspectos científicos, tecnológicos, econômicos, ambientais e éticos. A coordenação do TCC, as coordenações dos cursos e os docentes envolvidos nos Trabalhos de Conclusão de Curso apoiam e orientam os alunos a atingirem com sucesso os objetivos de seus projetos, com base em uma abordagem de trabalho em equipe, integração e inovação.

Estágio

O Estágio tem como objetivo permitir que o aluno ganhe experiência prática em sua área de estudo, complementando sua formação profissional, desenvolvendo habilidades e atitudes, bem como aplicando conceitos teóricos em situações reais. É também ferramenta para inserção no mercado de trabalho. Por essa razão, recomenda-se que o aluno busque oportunidades de estágio em organizações que utilizem tecnologia atualizada e permitam sua posterior efetivação.

Atividades Complementares

O currículo acadêmico universitário deve ir além das atividades convencionais de sala de aula. Deste modo, as atividades complementares são um componente curricular obrigatório que proporcionam uma formação social, cultural e profissional ainda mais abrangente aos futuros engenheiros.

Seu foco principal é complementar a formação do discente, enriquecendo seu conhecimento teórico-prático ao realizar atividades fora dos programas das disciplinas previstas na grade do curso, as quais poderão estar relacionadas às três dimensões do ensino acadêmico que são: a pesquisa, o ensino e a extensão.

Pesquisa e Extensão

Os projetos integradores são atividades idealizadas com diversos intuitos, alguns deles são:

  • realizar a integração dos alunos de diversos cursos e etapas para promover a troca de conhecimento;
  • despertar a curiosidade e a vontade de aprendizado do aluno, diminuindo o índice de evasão do curso;
  • aproximar o aluno da sua futura área de atuação;
  • fazer com que o aluno perceba a importância de todas as matérias estudadas ao longo do curso e como todas elas são interligadas no dia a dia da sua profissão;
  • estimular o protagonismo estudantil através de atividades práticas e teóricas onde os alunos acabam, por muitas vezes, aprendendo uns com os outros e de maneira descomplicada/divertida;
  • entre outros.

Egressos

O profissional formado em Engenharia Mecatrônica na FIMCA sai preparado para criar e aplicar projetos de automação em indústrias. Ele é capaz de operar, construir e dar manutenção nos mais diversos tipos de máquinas, além de projetar sistemas para controle de equipamentos em prédios comerciais e residenciais. Tem também grande capacidade de observação, atualização constante, habilidade com cálculos e capacidade de trabalhar em equipe.

O mercado de trabalho para quem faz Engenharia Mecatrônica é amplo e está aquecido. É comum grandes empresas se aproximarem das universidades em busca de potenciais talentos, recrutando alunos para estágios. Os setores que mais empregam profissionais são os das indústrias petroquímica e automobilística, mas há oportunidades em outros setores e áreas de atuação. Em alguns estados, a demanda é por profissionais que desenvolvam e implantem projetos envolvendo automatização e robótica. O profissional formado em mecatrônica também pode trabalhar com desenvolvimento de software e automação de processos.

Última atualização 19 de maio de 2024

Porquê na FIMCA

O Centro Universitário Aparício Carvalho (FIMCA), conta com o primeiro curso de Engenharia Mecatrônica do Estado de Rondônia. O Curso de Graduação em Engenharia Mecatrônica do Centro Universitário Aparício Carvalho (FIMCA), visa formar profissionais Engenheiros Mecatrônicos  qualificados para o desenvolvimento científico  e tecnológico, generalista, humanista, com senso crítico, apto para atuar em setores industriais, comerciais e residenciais, por meio de prestação de serviços em empresas de consultoria e/ou de forma autónoma, planejando soluções de longo prazo, participando de pesquisa e desenvolvimento de instrumentos, modelos e sistemas, visando a otimização e a modernização de sistemas automatizados para aplicação nos mais diversos segmentos, colaborando para o desenvolvimento racional e sustentável da sociedade e do ambiente.

Solicitar minha Inscrição

Nome
Seu melhor email
Celular
FIMCA - Centro Universitário Aparicio Carvalho